Irga prevê safra 2019/2020 com área 3,8% menor

Levantamento do Instituto Rio Grandense do Arroz estima que a área semeada para a safra 2019/20 de arroz deverá registrar uma queda de 3,8% em relação à safra anterior. Conforme informações colhidas junto aos produtores pelos Núcleos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Nates) do Irga, a área total deve ficar em 946.276 hectares contra 984.081 ha do ano anterior. A estimativa também prevê uma área 3,2% superior no que se refere ao plantio da soja em rotação com o arroz, passando de 322.433 ha para 332.794 ha neste ano. Os dados foram tabulados pela Seção de Política Setorial da autarquia.

Uruguaiana, um dos primeiros municípios a começar a semeadura, terá em sua safra o maior número de hectares no Estado (75.000 ha), seguida por Itaqui (66.350 ha) e Santa Vitória do Palmar (64.057 ha). Na soja, os destaques serão Dom Pedrito (34.000 ha), Santa Vitória do Palmar (33.379 ha) e Camaquã (22.150 ha).

Entre as regionais, a Fronteira Oeste lidera com 31% de intenção de semeadura de arroz. Logo após vem Zona Sul (16%), Campanha (15%), Central e Planície Costeira Interna (14%) e Planície Costeira Externa (11%). Já para a soja em rotação, a Zona Sul tem a maior intenção de semeadura (27%), seguida por Campanha (25%), Planície Costeira Interna (18%), Região Central (12%), Fronteira Oeste (10%) e Planície Costeira Externa com 8% do total da área.

Evolução da semeadura
Os primeiros dados sobre a evolução da semeadura, colhidos na sexta-feira (6), apontam a Fronteira Oeste com 1.126 hectares, a Planície Costeira Interna com 300 ha, Planície Costeira Externa com 115 e a Zona Sul com 128 hectares, totalizando 1.669 ha (0,18% da área total). Os trabalhos não começaram ainda nas regiões Central e Campanha.

Fonte: Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga)
Foto: Divulgação / Irga

Mostrar mais
Fechar