Inscrições prorrogadas para o Fundo Social da Sicredi Vale do Rio Pardo

Entidades têm até a próxima segunda-feira (05), para inscrever os seus projetos sociais
Santa Cruz do Sul/RS

As inscrições para o Fundo Social da Sicredi Vale do Rio Pardo foram prorrogadas até a próxima segunda-feira (05). Elas devem ser feitas exclusivamente através do site

A proposta é beneficiar entidades com a destinação de recursos financeiros, uma forma de estruturar apoios a projetos sociais que, ao longo dos anos, a Cooperativa já oferecia a várias iniciativas da região. Cada instituição pode encaminhar no máximo dois projetos por ano e os recursos ficam limitados a R$ 10 mil por beneficiada. Cada agência da cooperativa tem um orçamento previsto para atender as demandas, que pode ser consultado no site do Fundo Social.

A divulgação dos contemplados acontece até o dia 31 de agosto, sendo que a entrega dos recursos será no mês de setembro, de cada ano. Os projetos serão avaliados por um comitê, que seguirá os critérios definidos no regulamento do Fundo Social e aprovados pelo Conselho de Administração da Cooperativa. A iniciativa foi aprovada pelos associados durante as Assembleias de Núcleo, realizadas entre os meses de fevereiro e abril deste ano. A destinação total é de R$ 306,6 mil, o que representa 2% das sobras líquidas de 2018.

Para receber os recursos do Fundo Social, as entidades devem fazer parte dos municípios de atuação da Sicredi Vale do Rio Pardo: Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Vera Cruz, Sinimbu, Passo do Sobrado, Vale Verde, General Câmara, Herveiras e Rio Pardo. A entidade deve ser pessoa jurídica sem fins lucrativos; possuir inscrição no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas ativa há pelo menos um ano; demonstrar situação regular junto à Receita Federal, Estadual e Municipal; provar a regularidade relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (Fgts) e a inexistência de débitos perante a Justiça do Trabalho, mediante a apresentação da certidão negativa de débitos trabalhistas (Cndt).

A entidade também deve ter a finalidade social descrita em seu estatuto e que ela tenha relação com os projetos apoiados pelo Fundo Social. Além disso, a instituição deverá ser associada à Sicredi Vale do Rio Pardo no momento em que receber o crédito em conta corrente, e a partir de 2020, ser associada à Cooperativa até o último dia do exercício anterior. O cadastro deve estar atualizado e a mesma deve estar adimplente junto à Sicredi.

Mais informações sobre o regulamento devem ser solicitadas no site.

Projetos – Os projetos que podem ser inscritos são: Educacionais (ampliação do acervo de bibliotecas, materiais didáticos, móveis, equipamentos, utensílios e melhoria de estruturas, projetos de cooperativas escolares de inclusão social); Culturais (atividades coletivas que desenvolvam o folclore, a música, o teatro, a dança, a pesquisa e a histórica local); Esportivos (desde que destinados à inclusão social de crianças e jovens até 18 anos); de Segurança (apoio às ações voltadas à segurança pública); e Ambientais (destinados à reciclagem, preservação e conservação dos recursos naturais).


Fonte: Sicredi Vale do Rio Pardo 

Foto: Divulgação

Mostrar mais
Fechar