Frente Parlamentar da Agropecuária realiza primeira reunião na sede da Farsul na Expointer

Encontro tratou de questões ambientais e teve a presença da Ministra Tereza Cristina.

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) realizou reunião, pela primeira vez, na Expointer, em Esteio (RS). Os parlamentares debaterem a pauta prioritária do setor para este semestre. Entre os temas, desmatamento ilegal zero, licenciamento ambiental, pesticidas, perenidade do Cadastro Ambiental Rural e produção agrícola em terras indígenas.

O encontro contou com a presença da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina. Ela relatou que quando chegou ao Ministério recebeu pedido de desculpas da Anvisa pelo engavetamento de licenças de produtos químicos e comentou sobre as críticas recebidas após a agilização do processo de liberação. “Cada vez que soltamos um grupo de moléculas somos acusados de colocar veneno no prato”, comentou. A ministra garantiu que novos produtos continuarão sendo liberados.

Ela também falou sobre a questão do endividamento dos produtores gaúchos. Quando questionada sobre a securitização respondeu que não está previsto para o momento. “Securitização não sai. Não tem de onde sair o recurso. O caminho da securitização é o melhor, mas mais longo. Precisamos achar alternativas para agora”, conclui.

A reunião também contou com a presença do presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, o presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Pereira. O diretor-Geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara, acompanhou o encontro, juntamente com a diretoria da CNA que irá realizar reunião durante a feira.


Fonte: Sistema Farsul 

Foto: Divulgação / Sistema Farsul

Mostrar mais
Fechar