Expointer 2019, Brasil precisa de mais eficiência para acessar mercado chinês, diz Sindilat

Apesar da recente liberação do mercado chinês para produtos lácteos brasileiros, o Brasil precisa ter uniformidade de produção e qualidade constante para acessar esses novos clientes. A posição foi defendida pelo chefe do serviço de inspeção federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Leonardo Isolan, durante debate do Circuito de Gestão e Inovação no Agronegócio, realizado neste sábado (24), no Auditório da Administração do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

Para ele, o fato de a China, maior importador de lácteos do mundo, ter habilitado 24 estabelecimentos brasileiros para a exportação também faz com que outros países comecem a olhar para o Brasil. “Não podemos ser amadores, precisamos ser profissionais. Se uma empresa não atender aos padrões, prejudica todas as outras”, alertou Isolan, alertando que é preciso estar atento às mudanças na regulamentação, principalmente no que se refere às Instruções Normativas do Leite (INs 76 e 77). O encontro foi promovido pelo Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat) juntamente com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado e I-UMA.

Segundo o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, as novas normativas do leite são um facilitador para a exportação, mas cabe ao setor cumprir as exigências do Ministério da Agricultura para estar apto à exportação. “Ainda somos um país muito mais importador do que exportador. Isso ocorre porque não somos competitivos”, frisou.

Presente na abertura do encontro, o secretário da Agricultura, Covatti Filho, reforçou que a inserção do Brasil no mercado chinês é uma boa notícia para o setor, mas é fundamental que as empresas busquem pela qualidade do produto, o que começa dentro das propriedades, através do manejo e sanidade dos animais. “A nossa expectativa é muito positiva, mas é necessário que haja um esforço de toda a cadeia”, disse.


SINDILAT NA EXPOINTER

O Sindilat participa da Expointer 2019 com o projeto PUB do Queijo e Leiteria, espaço gastronômico localizado no Boulevard do Parque de Exposições Assis Brasil. Nesta exposição, a operação conta com o apoio de TetraPak, Sicoob, Sicredi, FPT, Xalingo, Projeto Ovos RS/Asgav e Lumix.


Fonte: Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul (Sindilat) 

Mostrar mais
Fechar