Cooperativas gaúchas faturam R$ 48,2 bilhões em 2018, destaca Ocergs

O balanço divulgado no relatório Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2019 aponta o faturamento recorde de R$ 48,2 bilhões, com incremento de 12,13% em relação ao período anterior. Os números que confirmam a posição de destaque do setor no Estado foram anunciados nesta quarta-feira, 3 de julho, pela Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul (Ocergs), durante o Tá na Mesa da Federasul, em Porto Alegre (RS).

“Nos últimos quatro anos, nossas cooperativas registraram crescimento no faturamento na ordem de 54,63%, uma média de 11,60% ao ano, que justifica a força do movimento cooperativo gaúcho e o esforço de 2,9 milhões de associados”, destaca o presidente do Sistema Ocergs- Sescoop/RS, Vergilio Perius.

As 437 cooperativas dos 13 ramos de atividades econômicas geraram 63,8 mil empregos diretos. Desses, 90,7% concentram-se nos ramos Agropecuário, Saúde e Crédito. A eficiência econômica das cooperativas gaúchas também se evidencia através do crescimento de 18,49% nas sobras apuradas, atingindo o valor de R$ 2,1 bilhões. Em patrimônio líquido, as cooperativas alcançaram R$ 15,8 bilhões, uma expansão de 12,61% em relação ao ano anterior. Em relação aos ativos, o acréscimo foi de 7,34%, atingindo o valor de R$ 74,3 bilhões.

Expansão no Agro
As cooperativas agropecuárias formam hoje o segmento economicamente mais forte do cooperativismo gaúcho. As 128 cooperativas congregam 350,2 mil produtores associados e emprega diretamente 36,6 mil trabalhadores. O ramo Agropecuário registrou um faturamento de R$ 31,7 bilhões em 2018, representando um aumento de 19,22% em relação ao período anterior. Nas sobras apuradas, o crescimento foi de 45,6%, com um total de R$ 546,9 milhões. Atualmente, 62 cooperativas do Rio Grande do Sul possuem planta agroindustrial, onde processam a matéria-prima e agregam valor em mais de 131 produtos diferentes.

Confiança no sistema cooperativista de Crédito
No que se refere ao ramo Crédito, este registrou um faturamento de R$ 7,6 bilhões em 2018 e R$ 1,3 bilhão em sobras. Na captação de recursos, o crescimento de 24% dos depósitos a prazo no período de 2016 a 2018 demonstra a confiança dos associados no sistema cooperativista, ampliando a credibilidade do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo.

Cobertura em todo RS
O ramo Saúde registrou um faturamento de R$ 6,8 bilhões, o que representa um crescimento de 5,7% em relação a 2017. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), dos quase 3,4 milhões de beneficiários de planos de saúde do Rio Grande do Sul, 1,8 milhão são de cooperativas. Em relação à cobertura, as cooperativas deste ramo estão presentes em todos os municípios do Rio Grande do Sul.

Energia cooperativista        
As cooperativas de Infraestrutura atendem 369 municípios do RS e 4.420 propriedades rurais. Em 2018, o ramo Infraestrutura ultrapassou a cifra de R$ 1 bilhão, atingindo faturamento de R$ 1,2 bilhão, o que representa um incremento de 23,9% em relação ao período anterior.
Fonte: Sistema Ocergs-Sescoop/RS 

Foto: Divulgação / Ocergs

Mostrar mais
Fechar