CNA e governo discutem fornecimento de energia no campo

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), os Ministérios da Agricultura e de Minas e Energia e a Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) discutiram na quinta (29), em Brasília, a expansão e a melhoria da qualidade no fornecimento de energia elétrica no campo.

O objetivo do encontro foi buscar alternativas para melhoria da qualidade e da quantidade da energia para o meio rural, o que beneficiaria setores como a irrigação e a produção de leite, frangos e suínos. Outro ponto abordado foi o fornecimento de energia para a industrialização de algumas cadeias para fortalecer o desenvolvimento sustentável do agro.

No encontro, a Confederação alegou que os produtores têm enfrentado muitos problemas com a baixa qualidade da energia no meio rural. Mesmo existindo um sistema de monitoramento da energia pela Aneel, a melhor qualidade da energia nas áreas urbanas camufla a baixa qualidade da energia rural.

“Este foi um dos principais pontos levantados na reunião. É necessária uma aferição independente da qualidade da energia nas áreas rurais, pois, a maior quantidade de consumidores nas áreas urbanas mascara os problemas das áreas rurais. Entendemos que é necessária a separação da medição a qualidade de energia para áreas rurais e urbanas. Com isso as concessionárias de energia serão obrigadas a melhorar a qualidade da energia do campo que é bastante inferior que a do perímetro urbano”, explicou o assessor técnico da Comissão Nacional de Irrigação da CNA, Gustavo Goretti.

“O Ministério de Minas e Energia e a Aneel entenderam as nossas demandas e a necessidade de trabalharmos juntos para desenvolver as soluções especificas para o agro. A CNA está focada em melhorar a competitividade do setor e para isso a melhoria e a disponibilidade de energia elétrica é fundamental.”, completou Goretti.

Também presente no encontro, o assessor técnico da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Thiago Rodrigues, relatou como a má qualidade da energia afeta a atividade leiteira, principalmente nas regiões onde ocorrem falhas rotineiras no abastecimento de energia elétrica e os produtores não recebem a devida resposta dos órgãos de controle e das concessionárias.
Fonte: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) 

Mostrar mais
Fechar